sábado, 25 de agosto de 2012

Poema .. de Mirela Antunes.

Sei nada do que sei.

Tenho duvidas sobre o amor,
Duvidas sobre mim!
Sinto-me perdido na solidão.

Buscando-me em uma estrada vazia.
Conhaque na mão, coração tedioso
E cabeça vazia.

Indo e vindo, buscando viver -
ou quem sabe encontrar alguém-
não necessario, ou sei lá, sei só
que não sei e não sei o que sei.



Uma dose da minha page no face...

Mil & Uma coisas para garotas








Curta a page no face e veja mais...


Um fato #


Pensamentos Soltos

   As lembranças voaram em minha mente bagunçando todos
                                                                   [ pensamentos
   e eu até diria que esse amor era eterno mais seria algo ímpar,
   pois sentimentos não são ditos, são sentidos
   e cada sentido é um sentido novo.
 
   E eu me lembrei de um sorriso,
   de um beijo, de um cheiro, de um olhar...
   Ah! se eu voltasse ao tempo e o tempo permitisse então
   eu diria tudo e não fugiria não.

   Sonho bastante com isso.
   Um sentido novo? Continuo te amando.
   E buscando, buscando você dentro de mim.


   Pare! Não se faça sofrer de novo,
   Já bastasse aquele ano novo; foi feitiçaria cruel,
   dita por monstros e templos e deuses e gritos e lírios e
                                                        [ grilos e ...
   AAA eu pirei de novo.

                   





                            Pena de mim ...
                                                Sofrimento eterno,
                      Sentido único,
                                    pousa-se em minha alma.